Deus não Dependia de Matéria Pré-existente

1884 — ST 13 de mar. de 1884 – Limitando o Poder de Deus — Moisés escreveu sob a orientação do Espírito de Deus, e as teorias geológicas corretas jamais afirmarão terem sido feitas descobertas que não podem ser harmonizadas com suas declarações. A ideia em que muitos tropeçam, a saber, que Deus não criou a matéria quando trouxe o mundo à existência, limita o poder do Santo de Israel. 3ME, pág. 307.

1897 — MS 127, 1897. Deus Não Dependeu de Matéria Preexistente — Precisamos estar em mais íntimo relacionamento com Deus. Há necessidade de vigiar nossos próprios pensamentos. Seguramente estamos vivendo em meio aos perigos dos últimos dias. Temos que caminhar humildemente diante de Deus, com profunda humildade; somente assim seremos exaltados.

Oh! Quão pouco o homem compreende da perfeição de Deus, de Sua onipresença unida com Seu poder onipotente! O artista humano recebe sua inteligência de Deus. Ele só pode modelar sua obra, em qualquer setor, até à perfeição, de materiais já preparados para sua obra. Em seu poder finito, não poderia criar os materiais e fazer com que servissem ao seu propósito se o Grande Planejador não estivesse diante dele, dando-lhe primeiro, em sua imaginação, os melhoramentos a serem efetuados.

O Senhor Deus ordena e traz as coisas à existência. Ele foi o primeiro planejador. Não depende do homem, mas solicita bondosamente sua atenção e coopera com ele em projetos progressivos e mais elevados. Então o homem toma toda a glória para si, e é enaltecido pelos semelhantes como um notável gênio. Ele não olha acima do homem. A causa primordial é esquecida. …

Temo que tenhamos ideias demasiado vulgares e comuns. “Eis que os céus, e até o Céu dos céus, não Te podem conter.” (I Reis 8:27). Que ninguém se aventure a limitar o poder do Santo de Israel. Há conjeturas e perguntas acerca da obra de Deus. “Tira as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é terra santa.” (Êxo. 3:5). Sim, os anjos são os ministros de Deus na Terra, fazendo Sua vontade.

Na formação de nosso mundo, Deus não dependia de substância ou matéria preexistente. “Porque aquilo que se pode ver não foi feito de coisas visíveis.” Ao contrário, todas as coisas, materiais e espirituais, surgiram perante o Senhor Jeová ao Seu comando, e foram criadas para o Seu próprio desígnio. Os céus e todas as suas hastes, a Terra e tudo quanto nela há, são não somente obra de Suas mãos; vieram à existência pelo sopro de Sua boca.

O Senhor deu evidências de que pelo Seu poder podia em uma breve hora dissolver toda a estrutura da natureza. Ele pode transtornar as coisas e destruir aquilo que o homem construiu da maneira mais firme e sólida. Ele “remove os montes, … na Sua ira os transtorna”. “Move a Terra para fora do seu lugar, cujas colunas estremecem.” Jó 9:5 e 6). As colunas do céu tremem, e se espantam da Sua ameaça; as montanhas tremem diante dEle, as colinas se derretem, e a Terra é queimada na Sua presença.” MS 127, 1897, 3ME, págs. 311-312.

1904 — 8T, págs. 258-259. Todas as Coisas Materiais ou Espirituais Vieram à Existência pelo Comando de Deus — A teoria de que Deus não criou a matéria ao trazer à existência o mundo, não tem fundamento. Na formação de nosso mundo, Deus não dependia de matéria preexistente. Ele falou, e tudo se fez”, “mandou, e logo tudo apareceu” (Sal. 33:9). Todas as coisas, materiais e espirituais, surgiram perante o Senhor Jeová ao Seu comando, e foram criadas para o Seu próprio desígnio. Os céus e todas as suas hostes, a Terra e tudo quanto nela há, vieram à existência pelo sopro de Sua boca.

1905 — CBN, págs. 414-415. Deus não Necessitou de Matéria Preexistente — Na formação de nosso mundo, Deus não dependia de substância ou matéria preexistente. Ao contrário, todas as coisas, materiais e espirituais, surgiram perante o Senhor Jeová ao Seu comando, e foram criadas para o Seu próprio desígnio.

1909 — ST, 12 maio de 1909. A Inspiração é Superior à Ciência — Separados de Cristo, somos incapazes de interpretar corretamente a linguagem da natureza. A lição mais difícil e humilhante que o homem precisa aprender é sobre a sua própria incapacidade de dependência da sabedoria humana e o inevitável fracasso na interpretação exata da natureza  ….

Deus permitiu que uma inundação de luz fosse derramada sobre o mundo, tanto nas ciências como nas artes; mas quando professos cientistas tratam estes assuntos de um ponto de vista meramente humano, chegarão certamente a conclusões errôneas. As maiores mentes, se não são guiadas pela Palavra de Deus em sua pesquisa, desencaminham-se em suas tentativas de traçar as relações entre a ciência e a revelação. Visto acharem-se o Criador e Suas obras tão além de sua compreensão que são incapazes de os explicar pelas leis naturais, consideram a história bíblica como indigna de confiança. PP, pág. 113.

Os que duvidam da exatidão dos registros das Escrituras serão levados a um passo além, e então, tendo perdido sua âncora, são abandonados a baterem de um lado para outro nas rochas da incredulidade. Quando se acham incapazes de medir o Criador e Suas obras por seu imperfeito conhecimento da ciência, duvidam da existência de Deus e atribuem infinito poder à natureza. 3ME, pág. 307.

Na verdadeira ciência, nada pode haver que esteja em contradição com o ensino da Palavra; uma vez que procedem ambas do mesmo Autor, a verdadeira compreensão delas demonstrará sua harmonia. Toda a verdade, quer na natureza quer na revelação, é coerente consigo mesma em todas as suas manifestações. PP, pág. 114.

A mente que não é iluminada pelo Espírito de Deus estará sempre em trevas no tocante ao Seu poder. É por isso que as ideias humanas a respeito da ciência muito frequentemente contradizem os ensinamentos da Palavra de Deus. As obras da criação nunca podem ser explicadas pela ciência. Que ciência pode explicar o mistério da vida?

A teoria de que Deus não criou a matéria ao trazer à existência o mundo, não tem fundamento. Na formação de nosso mundo, Deus não dependia de matéria preexistente. Ao contrário, todas as coisas, materiais e espirituais, surgiram perante o Senhor Jeová ao Seu comando, e foram criadas para o Seu próprio desígnio. Os céus e todas as suas hostes, a Terra e tudo quanto nela há, são não somente obra de Suas mãos; vieram à existência pelo sopro de Sua boca. 3TS, pág. 258.

Anúncios
Esse post foi publicado em Criacionismo, Deus, Geologia, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s