O corante carmim de cochonilha e os biscoitos recheados sabor morango

No Brasil, a cochonilha é também uma praga de jardim. A primeira evidência de que a planta está infestada é o aparecimento de bolinhas brancas que parecem ser de algodão nos caules, próximos às folhas. Elas sugam a planta, roubando sua seiva, alojando-se principalmente na parte inferior das folhas e dos brotos. Para defender-se da predação por outros insetos, produz ácido carmínico, que extraído de seu corpo e ovos é utilizado para fazer o corante alimentício que leva seu nome. O corante de cor vermelho-escura é utilizado em larga escala pela indústria cosmética (shampoo, batons, etc.) e alimentícia, emprestando sua cor a biscoitos sabor morango, gelados de frutas vermelhas, leites de soja sabor morango, geléias, sobremesas, sendo também utilizado em medicamentos e roupas. Pode causar reações alérgicas em algumas pessoas.

Normalmente especificado como “Corante natural carmim de Cochonilha”, C.I. 75470 ou E120 as composições dos produtos. Para produzir apenas 450 gramas deste corante precisam de ser mortos cerca de 70.000 insetos. Bilhões de animais são criados e destruídos todos os anos na fabricação deste corante. Como alternativa a este corante poderia ser utilizado sumo de beterraba, que não possui qualquer toxicidade. Ou, no caso dos alimentos, simplesmente nada, pois um corante não acrescenta benefícios aos produtos. Antes de comprar estes produtos verifiquem os ingredientes que contem no rótulo Vejamos o que diz a Bíblia sobre o consumir tais coisas:

Levitico 11

20 Todo inseto que voa, que anda sobre quatro pés será para vós outros abominação.||Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada||Levítico||11||20
21 Mas de todo inseto que voa, que anda sobre quatro pés, cujas pernas traseiras são mais compridas, para saltar com elas sobre a terra, estes comereis.||Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada||Levítico||11||21
22 Deles, comereis estes: a locusta, segundo a sua espécie, o gafanhoto devorador, segundo a sua espécie, o grilo, segundo a sua espécie, e o gafanhoto, segundo a sua espécie.
41 Também todo enxame de criaturas que povoam a terra será abominação; não se comerá.||Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada||Levítico||11||41
42 Tudo o que anda sobre o ventre, e tudo o que anda sobre quatro pés ou que tem muitos pés, entre todo enxame de criaturas que povoam a terra, não comereis, porquanto são abominação.||Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada||Levítico||11||42
43 Não vos façais abomináveis por nenhum enxame de criaturas, nem por elas vos contaminareis, para não serdes imundos.||Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada||Levítico||11||43
44 Eu sou o SENHOR, vosso Deus; portanto, vós vos consagrareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis por nenhum enxame de criaturas que se arrastam sobre a terra.

Lembrem-se, nosso corpo é o templo do Espírito Santo (I Co 6:19,20)

Fonte: Advento 7

Anúncios
Esse post foi publicado em Alimentos Imundos, Saúde, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s