Declarações de Ellen White sobre a Idade da Terra

1864 — 3SG, pág. 92. Muitos que professam crer nos registros bíblicos não conseguem relatar as coisas maravilhosas que foram encontradas na Terra, com o ponto de vista de que a semana da criação durou literalmente sete dias, e que o mundo tem agora apenas cerca de seis mil anos.

1868 — 2T, pág. 172. Ele [satanás] não perdeu, em sua experiência de quase seis mil anos, coisa alguma de sua habilidade e astúcia. Durante todo este tempo, tem sido atento observador de tudo quanto diz respeito à nossa raça.

1870 — 1SP, pág. 87. Muitos que professam crer nos registros bíblicos não conseguem relatar as coisas maravilhosas que foram encontradas na Terra, com o ponto de vista de que a semana da criação durou literalmente sete dias, e que o mundo tem agora apenas cerca de seis mil anos.

1872 — 3T, pág. 138. Deus dotou o homem de tão grande força vital que ele tem resistido ao acúmulo de doenças lançadas sobre a raça em consequência de hábitos pervertidos, e tem sobrevivido por seis mil anos.

1875 — 3T, pág. 492. A contínua transgressão do homem por seis mil anos, trouxe, como seus fruto s, doença, dor e morte. E ao nos aproximarmos do fim dos tempos, as tentações de Satanás para condescendermos com o apetite serão mais poderosas e mais difíceis de ser vencidas. (Citado em CRA, págs. 59 e 163).

1877 — 2SP, pág. 93. Por seis mil anos o arquiinimigo tem estado guerreando contra o governo de Deus, e a prática constante aumenta sua habilidade para tentar e enganar.

1877 — ST, 15 de novembro de 1877. Por seis mil anos o arquiinimigo tem estado guerreando contra o governo de Deus, e a prática constante aumenta sua habilidade para tentar e enganar.

1879 — ST, 20 de março de 1879. Muitos que professam crer nos registros bíblicos não conseguem relatar as coisas maravilhosas que foram encontradas na Terra, com o ponto de vista de que a semana da criação durou literalmente sete dias, e que o mundo tem agora apenas cerca de seis mil anos.

1884 — ST, 8 de maio de 1884. O grande conflito entre Cristo e Satanás, que tem prosseguido durante quase seis mil anos, logo deve terminar.

1884 — 4SP, pág. 371. Assim, sob novo disfarce, o grande rebelde ainda prossegue com sua luta contra Deus — luta iniciada no Céu, e durante quase seis mil anos continuada na Terra.

1887 — ST, 29 de setembro de 1887. Um inimigo astuto e cruel observa nossos passos e trabalha constantemente, com toda força e habilidade, para nos desviar do caminho certo. Desde que no belo lar edênico foi bem sucedido ao tentar nossos primeiros pais, Satanás continua nesse propósito. Por mais de seis mil anos de prática contínua, tem grandemente aumentado sua habilidade como tentador e enganador. 1888 — GC, pág. x.(INTRODUÇÃO DO AUTOR). Durante seis mil anos esse espírito superior, que ocupou outrora lugar preeminente entre os anjos de Deus, tem-se devotado a uma obra de destruição e engano. (TODAS AS SETE DECLARAÇÕES FEITAS NA EDIÇÃO DE 1888 DE O GRANDE CONFLITO CONTINUARAM NA EDIÇÃO DE 1911, PREPARADA SOB A SUPERVISÃO DE ELLEN WHITE).

1888 — GC, pág. 518. O grande conflito entre Cristo e Satanás, que tem prosseguido durante quase seis mil anos, logo deve terminar; e o maligno redobra seus esforços para frustrar a obra de Cristo em prol do homem, e prender as almas em suas ciladas.

1888 — GC, págs. 552-553. Os espíritos negam a divindade de Cristo e colocam o próprio Criador no mesmo nível em que estão. Assim, sob novo disfarce, o grande rebelde ainda prossegue com sua luta contra Deus luta iniciada no Céu, e durante quase seis mil anos continuada na Terra.

1888 — GC, pág. 656. O grande conflito perdura por seis mil anos; o Filho de Deus e Seus mensageiros celestiais estão em conflito com o poder do maligno, a fim de advertir, esclarecer e salvar os filhos dos homens.

1888 — GC, pág. 659. Durante seis mil anos a obra de rebelião de Satanás tem feito “estremecer a Terra”. Ele tornou “o mundo como um deserto”, e destruiu “as suas cidades”.

1888 — GC, pág. 659. E “a seus cativos não deixava ir soltos”. Durante seis mil anos o seu cárcere (o sepulcro) recebeu o povo de Deus, e ele os queria conservar cativos para sempre; mas Cristo quebrou os seus laços, pondo em liberdade os prisioneiros.

1888 — GC, pág. 673. Está para sempre terminada a obra de ruína de Satanás. Durante seis mil anos efetuou a sua vontade, enchendo a Terra de miséria e causando pesar por todo o Universo.

1890 — PP, pág. 51. As leis e operações da natureza, que têm incitado o estudo dos homens durante seis mil anos, estavam-lhes abertas à mente pelo infinito Construtor e Mantenedor de tudo.

1890 — PP, pág. 342. Durante seis mil anos, Satanás tem lutado para manter posse da Terra.

1890 – CTBH, pág. 7. O homem surgiu das mãos do seu Criador perfeito em estrutura e belo na forma. O fato de ele ter resistido por seis mil anos o constante crescimento dos fardos da doença e do crime é prova suficiente do poder de resistência com o qual foi dotado no princípio. (Reimpresso em CS, pág. 19).

1890 – CTBH, pág. 154. A contínua transgressão do homem por seis mil anos, trouxe, como seus frutos, doença, dor e morte. E ao nos aproximarmos do fim dos tempos, as tentações de Satanás para condescendermos com o apetite serão mais poderosas e mais difíceis de ser vencidas.

1898 – DTN, pág. 413. Por seis mil anos a Fe tem sido edificada sobre Cristo.

1898 – DTN, pág. 413. Por seis mil anos as inundações e tempestades da ira satânica tem batido de encontro à Rocha de nossa salvação; ela, porem, permanece inabalável.

1899 – MS, pág. 174. Aqueles que estão destruindo a Terra têm sido grandemente testados. Por seis mil anos Deus tem suportado a iniquidade e a ignorância da humanidade.

1907 – YI, 16 de abril de 1907. As leis e operações da natureza, que tem incitado o estudo dos homens durante seis mil anos, estavam-lhes abertas à mente pelo infinito Construtor e Mantenedor de tudo. (Reimpresso em PP, pág. 51).

1909 – ST, 8 de dezembro de 1909. Os espíritos negam a divindade de Cristo e colocam o próprio Criador no mesmo nível em que estão. Assim, sob novo disfarce, o grande rebelde ainda prossegue com sua luta contra Deus – luta iniciada no Céu, e durante quase seis mil anos continuada na Terra.

1911 – GC, pág. x, ed. de 1911. Durante seis mil anos esse espírito superior, que ocupou outrora lugar preeminente entre os anjos de Deus, tem se devotado a uma obra de destruição e engano.

1911 – GC, pág. 518, ed. de 1911. O grande conflito entre Cristo e Satanás, que tem prosseguido durante quase seis mil anos, logo deve terminar; e o maligno e dobra seus esforços para frustrar a obra de Cristo em prol do homem, e prender as almas em suas ciladas.

1911 – GC, pág. 552, 553, ed. 1911. Os espíritos negam a divindade de Cristo e colocam o próprio Criador no mesmo nível em que estão. Assim, sob novo disfarce, o grande rebelde ainda prossegue com sua luta contra Deus – luta iniciada no Céu, e durante quase seis mil anos continuada na Terra.

Esse post foi publicado em Criacionismo, Ellen White, Geologia, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s